Iluminação branca ou amarela? E agora, que cor devo usar?

Postado Por Philuz / Sem categoria /

Sem dúvidas essa é uma das perguntas mais frequentes que recebemos. Afinal, que cor deve ser minha iluminação?

A cor de uma fonte luminosa, também chamada de temperatura de cor, determina a aparência da cor emitida e é expressa em Kelvins (K). Quanto menor a constante (K) mais amarelada (quente) é a iluminação e quanto maior a constante (K) mais branca (fria) é a iluminação. Lembrando que os termos “quente” e “frio” não significam que a lâmpada está quente ou fria, a tonalidade apenas remete a essa sensação./

01

A temperatura de cor é uma importante característica a ser observada no momento do projeto lumínico, pois está diretamente ligada a sua aplicação.

Cada ambiente possui uma demanda específica, que está relacionada ao uso e permanência no ambiente. A decoração do quarto e da sala, por exemplo, exigem elementos que despertem sensação de conforto e provoquem bem estar. Desta forma, é mais interessante optar por lâmpadas amarelas a neutras, pois essas provocam sensação de aconchego e destacam a cor dos objetos.

02

 

 

Já a luz branca é indicada para iluminação de áreas onde ocorra um desenvolvimento frequente de atividades e que solicitem determinado grau de atenção, como; escritórios, lojas, cozinha, banheiro, salas de aula, hospitais e em locais em que se deseja maior fidelidade de cores de produtos ou de objetos.

03

 

 

É importante destacar que, a cor da luz em nada interfere na eficiência energética da lâmpada, não sendo válida a impressão de que quanto mais clara, mais potente a lâmpada é.

E como em todo projeto, o que vale é a intenção que você deseja criar para cada ambiente.

 

Tem alguma dúvida? Me escreva!

Ilumine sua vida!

Um abraço,

Jordana Dall’Igna.

 

Deixe um Comentário

comentários

Onde nós estamos? Clique para acessar o Google Maps